segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Uruaçu – Taroba presidirá a Câmara em 2019

Antônio de Souza Reis (Taroba): comando da cadeira central do Poder Legislativo uruaçuense em 2019 – Fotos: Márcia Cristina/Jornal Cidade (Arquivo) 


Bia também disputou a presidência, ficando em segundo lugar

Não houve consenso na disputa da mesa diretora 2019 da Câmara Municipal de Uruaçu e, em eleição durante sessão da noite deste 3 de dezembro, com sete votos Antônio de Souza Reis (Taroba) (Pros) se elegeu para presidir a Casa de Leis no próximo ano, penúltimo da atual legislatura.
Oponente na disputa democrática, Bia recebeu cinco votos. Um vereador votou em branco.
Taroba, integrante da base aliada do prefeito Valmir Pedro (PSDB), substituirá, a partir de um segundo do dia 1º de janeiro, o colega Sil (PSDB), comandante do órgão nos anos 2017 e 2018.
Joeli do Salão (MDB) presidiu a comissão eleitoral e tudo transcorreu dentro da normalidade. Professor Gigi (PTC) e Divino Negão (PDT) auxiliaram.
No passo seguinte, adveio a votação para definição dos demais cargos da mesa, que assim ficou composta:

Em seguida, adveio a votação para os demais cargos, com Raimundo Ferreira (Pros), pela chapa de Taroba; e, Wanildo Freitas (PSDB), por meio da chapa de Bia, disputando a vice-presidência. Wanildo venceu por sete a seis.
Assim ficou definida a mesa, além do presidente Taroba:
Wanildo Freitas (PSDB): vice-presidente
Robson Pimentel (PTB): primeiro-secretário
Professor Gigi (PTC): segundo-secretário
Joeli do Salão (MDB): primeiro suplente
Wagner do Cais (PTB) segundo suplente

Reportagem completa, com posicionamentos de Taroba e outros vereadores, será veiculada na edição de 1º a 15 de dezembro do Jornal Cidade.


(Jota Marcelo. Com atualização)

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Precatórios – Frequentes sequestros atrapalham gestão Valmir Pedro

 Prefeito uruaçuense Valmir Pedro, em rede social: ‘A incompetência da Administração anterior continua sacrificando o povo, os servidores públicos e a atual Administração.’ – Foto: Márcia Cristina

Mais um bloqueio (dessa vez R$622,5 mil) em conta da Prefeitura de Uruaçu, para pagamento de precatório judicial, ocorreu, com a informação chegando ao prefeito na véspera da data tradicional do pagamento da folha/dia 30 – no caso, a de novembro. Governo Valmir Pedro (PSDB), que se vê obrigado quitar sucessivos débitos de ex-prefeitos, é prejudicado ao extremo com volumosos sequestros financeiros.
Essa triste realidade que vem inviabilizando o trabalho de Valmir Pedro é cruel, com os valores sendo transferidos para conta judicial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás e ficando disponíveis para pagamento de credores.
Em rede social, o prefeito salienta que a incompetência da gestão antecessora ‘continua sacrificando o povo, os servidores públicos e a atual Administração’.
Comunicando que na quinta-feira 29, o Departamento de Finanças foi comunicado de mais um sequestro nas contas do Município, Valmir Pedro esclarece: o recurso (R$622.590,60) seria usado ‘para o pagamento dos salários dos servidores. Tenho fé em Deus, determinação, a confiança do povo e a certeza que vamos vencer todos esses obstáculos!’.
Em 2017 e 2018, outras vezes Valmir Pedro e a assessoria administrativa-financeira passaram pelo dissabor de lidarem com sequestros financeiros, motivo que provoca atrasos no cumprimento de obrigações, começando pelo atraso na quitação da folha.
O Jornal Cidade tentou, mas não obteve a quantidade e o valor total de todos os sequestros havidos nos últimos 23 meses. Caso consiga, será publicado.

Judicialização
Todo credor que judicializa causas com o propósito de receber na Justiça age dentro do seu direito. Ao mesmo tempo, o TJGO atua conforme o que determina a Constituição Federal (CF), através dos Instrumentos de Precatório Repositórios (IPRs).
Tramitada cada ação, caso permaneça a dívida (adimplemento de até 30 dias) herdada por gestões anteriores, é praticada o que se chama de autuação de incidente de bloqueio e sequestro de valores por parte do juiz coordenador da Divisão de Precatórios do Tribunal. Isso, após os autos serem remetidos à Procuradoria Geral de Justiça, emissora de parecer favorável ao sequestro de cada quantia devida.
Em junho último, débitos apurados em precatórios judiciais inscritos em nome do Município de Uruaçu somavam, para inserção no mapa orçamentário de 2019, R$2,078 milhões (dois milhões e setenta e oito mil reais). O Tribunal orienta que os Municípios providenciem anualmente repasses suficientes, nunca inferiores, ao porcentual da receita corrente suficiente prevista quando da edição da emenda constitucional número 99, de 14 de dezembro.
Segundo dados obtidos junto à Prefeitura uruaçuense, para 2019 o Departamento de Precatórios do TJ orientou que deve ser incluída na Lei Orçamentária de 2019 o percentual de 1,500% da Receita Corrente Líquida (RCL). De fato, cada este público devia depositar mensalmente valores com destinação ao provisionamento de saldo para quitação de precatórios judiciais. Raríssimos são os Municípios que têm condições de efetuar tais créditos. Toda municipalidade do Brasil possui débitos de ordens de pagamento judiciais.
O governo Valmir Pedro enfrenta problemas com precatórios judiciais oriundos de dívidas de diferentes mandatos, inclusive está debruçado sobre uma causa de cerca de R$1,2 milhão (um milhão e duzentos mil reais), envolvendo área em que foi construída uma praça cerca de três décadas atrás. Por quê? A família então proprietária do terreno não recebeu adequadamente pela desapropriação. Virou precatório judicial.

(Jota Marcelo e Márcia Cristina)

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Valentina Cipriano Mota Silveira


Valentina Cipriano Mota Silveira chegou aos 15 anos em 5 de novembro. Claro, o aniversário marcante foi comemorado. 15 anos são 15 anos! No mundo, não cabe tanta satisfação da mãe Kárita (esq.), das tias Maryanna e Renata e da avó Zoraide. Parabéns geral! – Fotos: Arquivo de família


segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Voluntários fazem a diferença no ‘Dia Integrar’ da Mineração Maracá


Comunidade contemplada com dezenas de benefícios de segmentos variados. Quem participou, aproveitou as opções ao longo do dia, em Campinorte, cidade do Norte goiano – Fotos: Divulgação

Benefícios para moradores de Campinorte e da região

Prestação de serviço e atividades para agraciados de todas as idades

Dia Integrar: um evento que se tornou tradicional

Os moradores de Campinorte e da região tiveram a oportunidade de participar de um dia de serviços comunitários. O Dia Integrar foi realizado no sábado 10 de novembro, na sede do Colégio Estadual Deoclides Martins da Costa. Cerca de 200 voluntários garantiram o brilho do evento, que contou com oficinas de brincadeiras infantis, serviços de saúde, cultura e meio ambiente totalmente gratuitos.
O acontecimento é realizado pela Mineração Maracá, por meio do Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental, em parceria com a Prefeitura de Campinorte e Secretarias, o Colégio Estadual Professor Divino Bernardo Gomes, SESI, Viveiro Rezende, JC Refeições, grupo Santin, Enaex, MTSUL, Sotreq, Centro Oeste, Correios, Grupo Teatral Limpando o Olho (GTLO), entre outros parceiros.
O gerente geral da Mineração Maracá, Daniel Daher, destacou que o Dia Integrar “é extremamente gratificante, o trabalho dos voluntários faz a diferença e cada indivíduo que dedica seu tempo para ajudar e servir sua comunidade tem um grande mérito e certamente se sente recompensado”.

Serviços
Na ala reservada aos cuidados com a saúde, os participantes aproveitaram serviços de distribuição de kits odontológicos e aplicação de flúor; sessões de quick massage; aferição de pressão arterial, de índice de massa corporal e glicemia capilar; orientações sobre saúde do homem e alimentação saudável; além de consultas oftalmológicas, ultrassonografia de próstata e marcação de exames.
Quem participou do ato também pôde realizar emissão de CPF, obter informações sobre Passaporte do Idoso, CAD único e Programa Criança Feliz; se inscrever em cursos gratuitos do Senai; aproveitar serviços como corte de cabelo, limpeza de pele e manicure; e, contribuir com a campanha de arrecadação de alimentos do projeto social desenvolvido pelos alunos do Colégio Estadual Deoclides Martins da Costa. No evento também houve distribuição de mudas de plantas típicas do cerrado.

Lazer e Cultura
Para divertir os participantes, artistas e talentos locais/regionais apresentaram espetáculos de mágica, ballet e artes cênicas, capoeira, caratê e shows musicais.
A comunidade também aproveitou oficinas de zumba, biscuit e desenhos para crianças, jogos esportivos no ginásio, gincanas, área de brincadeiras, com cama elástica e piscina de bolinhas, pintura em rosto e distribuição de pipoca, algodão doce e picolés

(Comunicação)

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Dom Messias deixa a Diocese de Uruaçu e assumirá a de Teófilo Otoni

Bispo Messias: depois de Goiás, nova atuação em Minas – Foto (Arquivo): Marcello Dantas – @levedeviagem, www.facebook.com/levedeviagem

Bispo diocesano de Uruaçu, d. Messias dos Reis deixará o comando da Diocese de Uruaçu e assumirá a de Teófilo Otoni, cidade de Minas Gerais.
Ele anunciou a novidade na manhã da quarta-feira 14 de novembro. Assista vídeo na conta do religioso no Facebook: https://www.facebook.com/dommessias.reissilveira.
Na mesma rede social e em plataformas digitais da Diocese de Uruaçu constam outras informações sobre a decisão, publicada hoje pelo papa Francisco.

(Jota Marcelo)